Voltar

Autor: Alex Sandro Benetti Dias
Título: O desvelar da identidade da marca: estudo com embalagens da marca “Jundiá”
Orientador: Prof. Dra. Maria Ogécia Drigo


Resumo

Esta pesquisa tem como contexto marca e identidade de marca, o qual a partir do modelo proposto por Semprini, visto à luz da semiótica peirceana, permite que a embalagem seja considerada como uma atualização possível da marca. Conhecer noções de marca e de identidade, bem como compreender a marca como signo são os objetivos gerais dessa pesquisa, enquanto os objetivos específicos são os discriminar os artefatos que podem apresentar a marca aos clientes ou tornar a marca visível; constatar a importância desses para a consolidação da identidade; explicitar a relação entre projeto e identidade da marca, averiguar o potencial significativo de embalagens da marca "Jundiá", discriminar elementos que contribuem para agregar fetiche ao par produto/embalagem e identificar aspectos da identidade da marca "Jundiá". Valer-se-á de Aaker, Semprini e Perez como fundamentação teórica para as questões de marca e identidade da marca. Também da semiótica peirceana, notadamente de fragmentos da gramática especulativa - um dos ramos da semiótica ou lógica de Peirce -, e de noções de fenomenologia, com Peirce e Santaella, para tratar a marca e a embalagem como objetos semióticos e, como metodologia, da análise semiótica de embalagens da marca "Jundiá". A relevância desta pesquisa se deve ao fato de que a compreensão de marca como signo possibilita redimensionar o papel da embalagem para a identidade de uma marca.


O desvelar da identidade da marca: estudo com embalagens da marca “Jundiá”