Voltar

Autor: Gisele Cristina Gabriel de Souza
Título: NARRATIVAS AMBIENTAIS: REFLEXÕES A PARTIR DA COMUNICAÇÃO PÚBLICA SOBRE O PROGRAMA MUNICÍPIO VERDEAZUL EM SOROCABA
Orientadora: Profa. Dra. Míriam Cristina Carlos Silva


Resumo

Esta dissertação tem como objeto de estudo inicial a comunicação pública realizada na cidade de Sorocaba (SP), por meio das campanhas e matérias jornalísticas sobre o Programa Município VerdeAzul (PMVA). Em 2016, o município conquistou o 7º lugar no ranking do Programa. Este certificado aponta para uma cidade com práticas sustentáveis e preocupada com a educação e a preservação ambiental. Nesse sentido, interessa-nos investigar as práticas comunicacionais públicas desenvolvidas na cidade, no que tange às questões ambientais. Nessa perspectiva, as contribuições de autores como Brandão (2007), Duarte (2007), Koçouski (2012), Mainieri; Ribeiro (2011), Matos (2006) e Zémor (2005) tornam-se fundamentais para compreendermos os conceitos de comunicação pública. Sobre a importância da educação ambiental, autores como Adão (2005), Reigota (2017) e Sauvé (2005) são essenciais para fundamentação do tema. A metodologia proposta para este estudo envolve pesquisa bibliográfica, análise de conteúdo e análise de narrativas. Nosso percurso se organiza em três capítulos: no primeiro, referencial teórico; no segundo, análise das campanhas e matérias jornalísticas referentes ao PMVA; e no terceiro, análise do papel da poesia na sociedade, entendendo-a como uma possibilidade comunicativa mobilizadora dos sentidos. Para tanto, teremos o aporte teórico de Míriam Cristina Carlos Silva; Vilém Flusser; Florence Dravet e a contribuição do pensamento complexo de Edgar Morin. Os dados coletados apontaram que a implementação do Programa Município VerdeAzul na cidade, bem como o título de cidade educadora, servem para direcionar a agenda pública do município, no que diz respeito a ações educativas, a fim de informar a população sobre problemas ambientais, bem como sobre a existência e as funções de um debate público. Apesar de existirem algumas lacunas, Sorocaba se utiliza de elementos da Comunicação Pública, com base nos textos analisados, como uma comunicação informativa, com diferentes atores da sociedade, seja para informar sobre a gestão pública, prestar contas, ou informar sobre debates públicos. Nas campanhas e matérias jornalísticas analisadas, procuramos identificar também a existência de narrativas. Porém, apesar de algumas matérias conterem elementos narrativos, tanto as campanhas quanto as matérias são classificadas como informativas. Como possibilidade de pesquisas futuras, defendemos uma abordagem pelo sensível, pelo poético, que possui a capacidade de comunicar e transformar a maneira como percebemos o mundo ao nosso redor.

Palavras-chave: Comunicação pública. Educação ambiental. Comunicação ambiental. Narrativas. Prefeitura de Sorocaba. Município VerdeAzul.

 

NARRATIVAS AMBIENTAIS: REFLEXÕES A PARTIR DA COMUNICAÇÃO PÚBLICA SOBRE O PROGRAMA MUNICÍPIO VERDEAZUL EM SOROCABA